AGENDE SUA AVALIAÇÃO:

(31) 3032-8020

Maximize já sua vida sexual!

ATENDIMENTO COM TOTAL PRIVACIDADE

Como aplicar uma medição intra-peniana?

Uma medicação de administração intra-cavernosa em 99% dos casos está reservada para casos de disfunção sexual erétil ou em casos em que o médico aplica a medicação para realização de exames que visam determinar a vascularização peniana.

Normalmente um combinado de três substâncias; essas medicações são usadas de uma forma geral quando o paciente não apresenta uma boa resposta erétil a administração dos inibidores da fosfodiesterase 5(sildenafila, tadalafila e vardenafila) ou pós cirurgia de prostatectomia radical, onde a aplicação dessa medicação para restaurar de forma imediata a função sexual.

A primeira aplicação dessa medicação deve obrigatoriamente ser acompanhada por um urologista, que irá determinar a dosagem inicial.

Para o processo de aplicação será necessário seringa de 0,3ml e lenço com álcool umedecido.

Deve-se limpar  a tampa do recipiente e assim aspirar a dosagem correta do frasco(normalmente injeta-se ar na mesma quantidade que irá ser aspirada a medicação). Com o volume correto na seringa, é necessário verificar se há ou não a presença de ar em seu interior.

O local de aplicação deve ser escolhido, podendo ser do lado direito ou do lado esquerdo. Nessa região encontram-se os corpos cavernosos, locais responsáveis pela ereção peniana e onde a medicação deverá ser depositada.

Na parte superior do pênis encontram-se os vasos e os nervos penianos e na parte inferior encontra-se a uretra. Essas regiões assim como a glande  são sempre poupadas da medicação pois sua aplicação irá causar sangramentos, hematoma ou dor.

injeção intrapeniana

 

Após escolha do local, tracione o pênis, expondo-o e aplique a injeção em um grau perpendicular ao pênis e assim, empurre o êmbolo da seringa. Retire a seringa e limpe o local com o lenço.

Entre cinco e trinta minutos a medicação já estará funcionando e a resposta erétil evidente.

Lembre-se que o maior efeito colateral é a dor peniana e que se a ereção persistir por mais de duas horas, você deverá aplicar a medicação antídoto para reverter a ereção, evitando assim o priapismo. Informe ao seu médico sobre o ocorrido, pois esses dados deverão constar em seu prontuário médico.


  • Efeitos de transtornos sexuais para o casal

    Os transtornos sexuais do homem são um problema individual que gera reflexo em sua parceira. Afinal, o ato sexual é algo único entre duas pessoas. Se há problema em um, dos dois sofrem. Transtornos dessa natureza geram ansiedade, frustração, descontentamento e até desconfiança. É por isso que a melhor forma de enfrentá-lo é buscando ajuda […]

  • Tratamento da impotência masculina e diabetes

    A presença da disfunção sexual erétil ou a impotência sexual masculina na vigência do diabetes tipo 1 ou tipo 2 é cientificamente conhecida. O diabetes acentua a diminuição da passagem do sangue para o pênis(arteriosclerose) levando assim falta de potência sexual. Para pacientes que possuem diabetes, o tratamento da sua impotência sexual está indicado para […]